sexta-feira, 13 de abril de 2012

Ordenado mínimo - como sobreviver?



São muitas as famílias que vivem mês após mês com apenas o ordenado mínimo. Apesar de sabermos que infelizmente existem outras famílias que nem isso têm, vamos hoje explorar a melhor forma de conseguir viver apenas com o ordenado mínimo, não descurando da qualidade de vida, apenas mudando alguns hábitos e escolhas a fazer.

Habitação

Apesar de a habitação ser a maior despesa que as famílias têm, é também a mais importante para que tudo o resto se consiga gerir mais facilmente. Assim, a escolha acertada da habitação para a sua família é tão importante como a gestão do resto do dinheiro, já que o valor a pagar pela habitação vai condicionar as restantes despesas.
Obviamente que cada família tem as suas necessidades, mas sempre que possível, faça alguns sacrifícios na habitação, escolhendo  uma opção menos luxuosa ou fora do centro das cidades para garantir rendas mais baixas. Se vive sozinho/a, então a opção de dividir cada com algum amigo/familiar é uma excelente ideia para reduzir a sua renda para metade, apesar de não existir muita privacidade e de poderem existir problemas futuros, mas dada a situação económica, os sacrifícios são quase obrigatórios.

Cuidado com os luxos

Se está a viver uma situação financeira complicada, então os luxos e bens de segunda necessidade devem ser completamente eliminados. Apesar de as extravagâncias e os caprichos fazerem parte da natureza humana, se tem um orçamento limitado e se é assim tão curto tendo em conta as despesas mensais e ainda as adicionais que acabam sempre por surgir, então o melhor é fazer alguns sacrifícios e abdicar de maior parte das compras feitas, a não ser que sejam realmente necessárias.

Use marcas bancas

As marcas brancas têm vindo a mostrar-se fantásticas opções de compra para quem quer poupar dinheiro. Com praticamente as mesmas características e qualidade dos produtos de outras marcas, permitem poupar largas dezenas de euros no final do mês com a mesma quantidade de compras. Deverá no entanto analisar sempre antes de fazer a sua compra, comparando dimensões, quantidades e preços dos produtos.

Cuidado com os transportes

Nos dias que correm, aconselhar a usar os transportes públicos nem sempre é correcto. Já falamos aqui sobre poupar dinheiro com os transportes, porém nos dias de hoje é cada vez mais importante analisar cada caso individualmente. Se por um lado os transportes públicos podem-se tornar vantajosos (para quem tem que fazer largas distâncias por dia para trabalhar), por outro lado podem-se tornar mais dispendiosos em pequenas distâncias. Sempre que possível, utilize as caminhadas a pé e as idas de bicicleta em detrimento dos transportes públicos ou da utilização do seu automóvel.

E vocês, acham que é possível viver com o ordenado mínimo?


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Lucas

Obrigado pelo comentário ... o seu blog também é excelente.

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Partilha

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More